05 março 2013

Geração Winning Eleven (8)

Para os que estão chegando agora, o conceito de Geração Winning Eleven pode ser compreendido nos capítulos 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7 da série. Eu bem sei que, para além de não ter uma periodicidade definida, esta sequência de posts não tem necessariamente um vínculo lógico entre eles. Não importa, e tampouco este aqui terá. Aliás, nem vou avançar mais no conceito, uma vez que ele está bem resolvido já desde o primeiro capítulo. O que faço agora é apenas reproduzir uma imagem que diz muito sobre a situação vivida hoje na Europa. Direto ao ponto:




E tem muita gente querendo transformar o Campeonato Brasileiro, já destroçado pelos malditos pontos corridos, em uma aberração como essas aí...

16 comentários:

Jafé Praia disse...

Concordo contigo. Vejo meus amigos de faculdade deslumbrados com o futebol europeu, seus belos estádios e toda aquela frescura... e todos eles com a maldita justificativa pra essa fórmula de torneio: "pontos corridos é mais justo". Como se o futebol fosse justo!
Como faz falta o bom e velho mata-mata.

Leonardo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leonardo disse...

Até mesmo o Campeonato Alemão, tão disputado em algumas edições recentes, apresenta tal lamentável disparidade.

Pelo volta dos mata-matas!

Luan disse...

q saudade dos mata-matas! do herói do título! do gol do título nos minutos finais! dos grandes clássicos das quartas de finais até a final, sempre grandes jogos de canchas lotadas!

Zhu Sha Zang disse...

Mata-Mata privilegia a torcida que vai ao estádio, pontos corridos aos que ficam em casa vendo tv, a emoção pré-fabricada, moldada, CONTROLADA, por quem detém os direitos de exibição.

Time A, gera mais ibope, façamos que ganhe, e este será nosso preferido ao longo do campeonato. Pronto, deu-se a merda de um título continental e outro mundial.

No mata-mata, com a pressão da torcida. IMHO, com o calor da batalha campal, claro que pode existir marmelada, mas o controle é muito mais difícil tendo de ser pontual e de fácil investigação e detecção.

Nós sabemos de quem é a culpa.

E não me venham com churumelas.

Anônimo disse...

pts corridos são sem graças até pra comemorar o titulo....

não tem aquela pré tensão pro jogo final nem nada....

não tem emoção nenhuma esse lixo de campeonato de ponto corrido...

Anônimo disse...

falei errado acima...

*tensão pré jogo...kkkk

Anônimo disse...

Barneschi,
Sou leitor assiduo do seu blog e compactuo com seu odio ao futebol moderno. REspeito sua opiniao que torcedor é o que vai ao estadio, mas quero te fazer uma pergunta: e os milhoes de torcedores que nao moram na cidade de seu time? nao sao torcedores pq vao muito pouco ao estadio? sou do interior do parana e conheco diversos Torcedores, com T maiusculo. Pessoas que conhecem a historia de seu time, que acompanham e que eventualmente, qd tem a oportunidade, gostam de ver seu time ao vivo. estes sao piores do que o que vai ao estadio com frequencia?

união sinistra disse...

Barneschi, na contra mão destes estádios babacas e moderninhos, estive em um momento roots, no estádio "el viaducto", vendo Arsenal de Sarandi X Atletico. O Arsenal é um time fabricado pelo presidente da AFA, Julio Grondona, com torcida quase inexistente, longe dos gigantes vizinhos racing e indepiendente. O estádio é uma merda, mas foi ducaralho estar lá. Abraços e parabéns por seus posicionamentos.

César SEP disse...

É por essas e outras que o futebol perde a graça...
http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/estadual-do-rio/ultimas-noticias/2013/03/05/desenho-na-cabeca-de-jefferson-fere-regra-do-futebol-e-tribunal-promete-analisar-caso.htm

Abs

Anônimo disse...

Odeio esse sistema de pontos corridos! Deplorável essa imprensa esportiva babaca que fica defendendo este sistema incansavelmente. Babacas, covardes, burocratas! É preciso criar um sistema que classifique (4, 6 ou 8?) alguns times que joguem entre si na final e façam um torneio emocionante, sem medo de jogar futebol! Isso virou um campeonato chato e que dá margens a muitos "arranjos de resultados"! Vamos fazer uma campanha para acabar com esse campeonato chocho!

Guilherme Borges disse...

Postagem sucinta e ótima!

Barneschi disse...

Ao anônimo que perguntou sobre os torcedores de outros estados:

Cara, não tem assunto que desperte mais polêmica aqui no blog, sabia? Da minha parte, eu imagino ter esgotado o assunto com este post aqui: http://forzapalestra.blogspot.com.br/2011/03/ruptura.html
Mas, claro, sempre dá para evoluir. Te digo, pois, que todos têm o seu valor, e não sou eu que vou determinar quem é isso ou aquilo. É o caso apenas de registrar que há diferenças decorrentes da proximidade (ou falta dela) entre torcedor e clube. Em havendo essas diferenças, é justo tratar como diferentes os que são diferentes.

Abraços

Lucas Paes disse...

Barneschi, só constanto, o Campeonato Alemão geralmente tem algum equilibrio, esse ano ta sendo uma excessão, os 4 ultimos foram bastante disputados.


Ainda assim, bizarro seria transformar o futebol daqui nessa aberração a la Espanha...

Unknown disse...

Hoje mesmo trombei um panaca usando uma jersey do Chelsea. Muito dessa globalização maldita dos times europeus se deve à sempre nefasta mídia brasileira, que além de babar o ovo dessa gente como modelo de futebol a ser seguido, ainda transmite os jogos deles na TV aberta.
Maldita Globo e Band! Não por acaso os canais que mais vestem a camisa imunda dos gambás. NÃO POR ACASO!

Anônimo disse...

Ola Barneschi,
fui o anonimo que perguntou sobre torcedor fora de sao paulo. li seu post sobre o assunto, ta bem esclarecido. valeu.
abs.